O uso de Cannabis por pessoas com deficiência!

 


Neste depoimento, Emílio Figueira conta de sua experiência de um mês usando a Cannabis Medicinal e os benefícios que ela está fazendo ao amenizar as consequências de sua paralisia cerebral com a idade.

Em certa altura, ele destaca: “A medicina descobriu há alguns anos que todos nós já temos Cannabis no corpo no sistema endocanabinoide. E se Deus deixou canabidiodes em nossa fisiologia, é porque Ele sabia que um dia nós as descobriríamos e ajudariam a curar e amenizar os problemas de milhões de crianças e adultos com esse remédio tão simples e potente”.

UNICAMP: ENTRE A EDUCAÇÃO ESPECIAL E OS FRUTOS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Jornal CÁ ENTRE NÓS, 13 edição, março/abril de 2021, LEPED – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Ensino e Diferença – Unicamp – Campinas.

A Esquecida História Das Pessoas com Deficiência no Brasil e no Mundo


 Acabo de assistir ao filme CRIP CAMP – REVOLUÇÃO PELA INCLUSÃO, que me foi indicado pela minha amiga Silvana Louro. Documentário original da Netiflix, Produção Executiva de Barack e Michelle Obama, Vencedor do Festival Sundance de 2020, emocionou-me demais, além de trazer memórias e imagens que vivi nos anos 1970.

Sem querer dar spoiler, a narrativa mostra como pessoas com deficiências americanas foram sendo estimuladas e tendo suas autoestimas elevadas pelos hippes desde 1951. Duas décadas após, elas se organizavam em Movimentos e conquistaram muitos de seus direitos em um país onde eram totalmente invisíveis.