Canal Futura: “Alfabetização de alunos com paralisia cerebral”

 


Participação de Emílio Figueira no Programa Conexão, Canal Futura, em 20 de setembro de 2021, falando sobre “Alfabetização de alunos com paralisia cerebral”, junto com Leandro Rodrigues, representante Instituto Itard.

Link direto do Canal

Portal Papo de Mãe/Uol: De professor para professor

 


"Profissão de professor é algo muito nobre e sempre terá algo para comemorar por ser uma profissão de resistência no Brasil"

THAISSA ALVARENGA* PUBLICADO EM 07/10/2021, ÀS 07H24

Esta frase acima, logo depois do título, é do professor Emílio Figueira, cientista, escritor, psicólogo e conferencista em educação inclusiva. Como empreendedora social e mãe de 3 crianças em idade de educação infantil, sinto uma esperança nas palavras dele. Desde o começo da pandemia, pude ver de perto os desafios enfrentados por famílias com filhos que deixaram o convívio social para se protegerem. É claro que isso trouxe lacunas na educação, principalmente para crianças e adolescentes com alguma deficiência, que além da escola, faziam terapias que foram diminuídas ou até canceladas por algum tempo durante este período. E qual o impacto disso para alunos com deficiência? 

PARALISIA CEREBRAL NÃO APRISIONA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E SOCIAL

Artigo publicado hoje no Portal Sinapsys.News em 06/10/2021

Mais um ano chegamos hoje ao Dia Mundial da Paralisia Cerebral, deficiência caracterizada por alterações neurológicas permanentes que afetam o desenvolvimento motor e cognitivo, envolvendo o movimento e a postura do corpo. Condições que impõem desafios sim, mas que nunca limitam as inúmeras possibilidades de todos que desejam superar a deficiência humanitária da sociedade.